Pirâmide alimentar brasileira sofre alterações

TEMPERANDO...

O modelo de pirâmide alimentar adotado no Brasil foi criado em 1999, pela pesquisadora Sonia Tucunduva Philippi, do Departamento de Nutrição da Faculdade de Saúde Pública da USP.

Atualmente, o esquema gráfico passou por modificações. Apesar disso, as proporções e a disposição dos grupos de nutrientes foram mantidas. A pirâmide apenas sofreu inclusão de alguns alimentos.

Confira abaixo os alimentos que foram incluídos e em que grupo eles se encaixam:

Grupo do arroz pão, massa, batata, mandioca: arroz integral, pão de forma integral, pão francês integral, farinha integral, biscoito integral, aveia e inclusão da quinoa e do cereal tipo matinal;

Grupo das frutas: frutas regionais como caju, goiaba, graviola e a inclusão dos sucos e salada de frutas;

Grupo das verduras e legumes: folhas verdes-escuras, repolho, abobrinha, berinjela, beterraba, brócolis, couve flor, cenoura com folhas e salada com diferentes vegetais;

Grupo do leite, queijo e iogurte: maior visibilidade a todos…

Ver o post original 151 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s